06/05/2015 às 17:51 - Atualizado em 22/03/2016 às 18:38

Dia das Mães terá pior desempenho desde 2004

O volume de vendas para o próximo Dia das Mães deverá registrar o pior desempenho desde 2004, segundo estimativa da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). A entidade prevê um aumento de 0,5% em relação ao Dia das Mães do ano passado, com um movimento financeiro de aproximadamente R$ 6,5 bilhões, na segunda data comemorativa mais importante do varejo brasileiro, atrás apenas do Natal.

Ainda segunda análise da CNC, os segmentos de farmácias e perfumarias e de artigos de uso pessoal e doméstico deverão impedir uma retração ainda maior nas vendas do varejo no período. Esses ramos, juntos, serão responsáveis por cerca de 25% da movimentação financeira da data. As vendas de produtos em farmácias e perfumarias serão os que devem registrar a maior alta de venda, 7,8% em relação ao ano passado.

Já os segmentos de vestuário, de hiper e supermercados, e de móveis e eletrodomésticos, responsáveis por 71% da movimentação esperada no período, deverão registrar retrações. A maior queda será na venda de móveis e eletrodomésticos, com recuo de 2,8%.

A contratação de trabalhadores temporários para o período deverá ser menor do que em 2014, registrando queda de 0,5%, totalizando uma oferta de 29,6 mil vagas para o próximo Dia das Mães. O segmento de vestuário, que demanda o maior número de trabalhadores temporários nessa época do ano, vai ser responsável por mais da metade das vagas geradas, 56,4%, ou o equivalente a 16,9 mil trabalhadores. A quantidade, porém, será 1,5% menor do que no ano passado. As perspectivas de efetivação também devem ser menos favoráveis.

De acordo com dados mais recentes do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA-15), os bens e serviços mais demandados no Dia das Mães acumularam alta de 7,0% nos 12 meses encerrados em abril de 2015. A alimentação fora do domicílio, incluindo assim o tradicional almoço do Dia das Mães, é o que registrou maior alta, 10,5%, seguido de chocolates, 10,2%, e eletrodomésticos e equipamentos, 9,2%.

 

Fonte: CNC

Problemas com a imagem

Sobre o Sindicato

Sindicato do Turismo e Hospitalidade do Estado do Tocantins

  • Endereço:
    Rua D - Qd. 10 - Lt. 1 a 5 - Nº 109 - Setor Eng. Waldir Lins
  • CEP: 77423-030
  • Processo: 566
  • Telefone(s): (63) 3312-1285
    Fax: (63) 3312-1285
  • Email contato: sindhorbsto@gmail.com
  • Presidente:
    MARIA LÚCIA DORTA POMPEU